Traductor

sábado, 24 de Abril de 2010

Esparguetes à carbonara


Esta receita faz parte das receitas tradicionais Italianas, com certeza e dos pratos com mais prestigio na America, pois quando as tropas norte-americanas voltaram para casa no fim da segunda guerra mundial levaram a receita para os EUA. O seu nome tem a ver com a palavra carbone que em italiano e carvão, possivelmente poderá ser um prato tipico dos trabalhadores das minas de carvão, ou feita em cima de grelhadores de carvão, outros dizem que nasceu na Carbonária uma mafia secreta italiana. A quem diga também que terá sido um cozinheiro da Carbonia, que foi para Roma e ai inventou o prato na qual pus o nome da sua terra natal. Uma coisa e certa o prato só ficou popular depois da segunda guerra, e a sua primeira receita foi publicada em 1839 por um escritor napolitano Ipólito Cavalcanti num livro de culimaria. Na receita original não entra natas e cebolinha ( só ovos, toucinho, parmesão, pimenta e manteiga ), terá sido possivelmente os americanos que introduziram estes ingredientes. Pode ser usado em qualquer tipo de massa, macarrão, talharins ou espaguetes.

Ingredientes

300 gramas de espaguetes ( 4 pessoas )
100 gramas de parmesão ralado
50 gramas de manteiga
250 ml de natas
8 fatias de toucinho fumado
3 ovos
1 cebolinha fresca
sal
salsa
pimenta

Preparacão
Numa pela em lume brando derreta a manteiga e frite o toucinho cortado as tirinhas sem o coiro, acrescente a cebolinha bem picadinha e aloire até ficar translucida. A parte bata os ovos com as natas e o queijo e misture tudo, ponha uma pitada de pimenta ( de preferencia moída na hora ), tempere de sal e mexa ( cuidado com o sal do toucinho ), salpique com salsa picada e verta por cima dos espaguetes.

Bom Apetite

4 comentários:

  1. Ze...acabei de ver as tuas receitas...acredita, que fiquei com agua na boca...nao vou comentar, uma a uma, mas sim o blog em geral...ja o adicionei aos meus favoritos.
    Parabens...boa sorte, para a tua vida profissional, e para a tua vida pessoal.
    Um beijinho, para a Lurdes, e para as meninas.

    ResponderEliminar
  2. nao disse quem sou, mas tu e familia, conheces me muito bem, ha muitos anos...sou a Graca dos correios, e conhece to ainda antes do teu HULK...lembras te, no aniversario da minha filha Silvia, em que apareceste de verde?

    ResponderEliminar
  3. A imagem desse prato, é simplesmente de dar água na boca; e, aparentemente, a receita não parece ser lá das mais difíceis, até uma amadora como eu, tem vontade, ousadia e coragem de reproduzir.
    Parabéns pelo dom que você exerce.
    Um abraço,
    Patrícia Fagundes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado.........as vezes as coisas mais simples da vida são as mais marcantes, assim é com a culinaria tanbem. Um prato simples mas que é um verdadeiro pitéu
      by Zezão

      Eliminar