Traductor

sábado, 28 de agosto de 2010

Sardinhas Salgadas


Esta receita em tempos era muito popular na minha terra "Gafanha do Carmo"
Quem não gosta de sardinhas? Assadas, cozidas, fritas ou de conserva, creio que quase toda a gente gosta. Hoje em dia a sardinha é quase um alimento de luxo, pelo alto preço a que é vendida. Então em época das festas populares, nomeadamente pelo S. João, o preço é deveras exorbitante. Noutras épocas, a sardinha era o bife dos pobres, principalmente do povo das aldeias, dos lavradores. Duas batatas cozidas, uma sardinha cozida, era um prato muito generalizado, mas mesmo assim com algum requinte, pois mesmo a um preço acessível, nessa altura (anos 60 e 70), a sua compra não estava ao alcance da maioria das pessoas. Lembro-me perfeitamente de um episodio com minha avó “ Ti Bernada “, tínhamos chegado do Brasil a Gafanha a poucos dias e fomos comer a casa dela, eram sardinhas cozidas com batatas, fiz cara feia, ai ela disse: “que em tempos uma sardinha era dividida por dois ou três”. Antigamente as sardinhas eram salgadas sem guelras e tripas durante varias semanas, principalmente no inverno, pois nessa altura do ano era muito difícil a venda da sardinha, devido ao estado do mar, mas também por não ser tão gostosa. A este respeito, os mais antigos dizem que a sardinha é boa nos meses sem R (portanto Maio, Junho, Julho e Agosto). Depois perde qualidades. Nesta, como noutras coisas, é certa a sabedoria popular. Hoje em dia a sardinha é consumida habitualmente fresca, muito raramente é congelada. Já ninguém salga sardinhas e mesmo que o fizessem as mesmas ficariam intragáveis e rançosas. No entanto, nessa altura as sardinhas conservavam-se com boa qualidade e sempre deliciosas, mesmo depois de salgadas por várias semanas. Para além do mais, não havia outra alternativa à sua conservação, pois arcas congeladoras era equipamento que ninguém tinha.

Ingredientes
sardinhas, que baste
sal grosso, que baste
babatas novas, que baste
2 cebolas
azeite
salsa

Preparação
Claro que não vamos deixar as sardinhas no sal durante semanas como fazia os mais antigos. Depois das sardinhas limpas das tripas e das guelras, deixe em bastante sal de um dia para outro. No dia lave e corte as rodelas as batatas com a pele, disponha no fundo de um tacho com água ( ponha água só a cobrir as batatas ), por cima as cebolas também as rodelas e por fim panha as sardinhas lavadas do sal com o ramo de salsa e uma golpada de azeite. Leve ao lume a ferver durante uns 20 minutos, sirva de seguida.


Bom Apetite

2 comentários:

  1. Gostei muito de sua receita, fiz e ficou muito saborosa, possuo tb um blog de culinária se quiser conhecer será um prazer. Um grande abraço.
    moscasfritas.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Obrigado, quando for presciso estou por aqui.

    ResponderEliminar