Traductor

sábado, 5 de junho de 2010

Parrilha á Zezão " no forno "


Parrilla como se diz por aqui, traduzido para português grelhado ou churrasco, neste caso churrascada á Zezão. Claro que seria muito melhor num grelhador com carvão ( churrasqueira ), eu próprio organizei muitas churrascadas na Gafanha do Carmo em Portugal, ai é normal acender um fogareiro para assar umas carnes. Visto hoje em dia muitas pessoas viverem em apartamentos, vamos usar o grill ( grelhador ) do forno. Nenhum outro procedimento requer muita experiência e sim muito sentido culinário. É claro que, embora haja pessoas em todos os lugares que são capazes de preparar excelentes grelhados, os Argentinos e os Brasileiros são os mestres nesta arte, conhecido por Parrilla e Rodízio. Aqui fica a minha sugestão ( não fosse eu um brasileiro aportuguesado ) para quem não pode ascender um fogareiro.

Ingredientes
200 gramas de entrecosto de vitela
200 gramas de entrecosto de porco
200 gramas de asas de frango
200 gramas de salsichas frescas
1 cebola
1 dente de alho
1/2 pimento vermelho
sal grosso

Preparação
Num tabuleiro bem grande ( pode usar o do forno ), espalhe as carnes e leve ao forno só com o grill ligado ( se o forno não tiver grill, use só a resistência de cima que o efeito e o mesmo ), quando começar a aloirar vire as carnes. Entretanto pique bem picadinho a cebola, o alho e o pimento, reserve, veja se as carnes já estão loiras do outro lado e espalhe por cima o picadinho e tempere de sal, ( nesta altura o tabuleiro estará com alguma gordura das carnes que é bom para misturar com o picadinho ) mais uns minutos deste lado e volte a virar as carnes ( ter atenção para não queimar muito as carnes ). Pode servir com batatas fritas e uma boa salada mista.
Bom Apetite

Ossobuco de Perú no forno


No dia 22/01/2010 fizemos Ossobuco de perú com molho leitão. Hoje voz trago aqui uma outra maneira de preparar osso bucode perú desta vez um pouco mais trópical, usaremos azeite-de-dendê ou óleo de palma. Este azeite é um azeite popular nas culinárias brasileira e angolana e também no candomblé. É produzido a partir do fruto da palmeira conhecida como Dendezeiro. Para quem não sabe o Ossobuco é um prato tradicional italiano da região da Lombardia, em especial da cidade de Milão. O nome deste chambão de vitela à italiana, significa literalmente "Osso (com) buraco. A explicação desta designação é simples: no norte da Itália (região da Lombardia) o chambão de vitela é cortado às rodelas juntamente com os ossos. Cada rodela tem no centro um bocado de osso em forma de tubo. No "buraco" encontra-se o tutano que não deve ser retirado. Fica prometido que para a próxima falarei do ossobuco de vitela ( claro é a receita ).
Ingredientes
1 kg de coxas de peru cortado as rodelas ( ossobuco )
1 kg de batatas medias
2 tomates grandes bem maduros
1 cebola
2 dentes de alho
200 ml de leite de coco
1 ramo de coentros
1 colher ( das de sopa ) de azeite de oliva
1 colher ( das de sopa ) de azeite de dendê
sal
tabasco

Preparação
Numa vasilha triture os tomates com a cebola e os alhos, de seguida acrescente os coentros picados juntamente com o azeite de oliva, o azeite de dendê e o leite de coco, mexa bem e tempere de sal e tabasco, reserve. Num tabuleiro de ir ao forno disponha o ossobuco de peru e as batatas descascadas, espalhe por cima o molho preparado ( se necessário acrescente um pouco de água ) leve ao forno ( 200 graus ) durante 2 horas + ou - a assar virando o ossobuco para assar dos dois lados, pode servir com um arroz branco.

Bom Apetite