Traductor

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Vacaciones - Vacanses - Holidays - Ferien - חגים - 休日 - FERIAS


domingo, 26 de junho de 2011

Tarte de queijo


Existem muitas versões da tarte de queijo, umas mais macias outras com textura mais espessa. Algumas são feitas em forma de bolo, bem sei lá usando a imaginação se pode fazer muita coisa. Eu aqui voz-trago a minha tarte de queijo, simples e fácil de fazer, o resultado bem façam e depois digam algo.

Ingredientes
10/12 biscoitos integral
1 colher ( das de sopa ) de manteiga
2 colheres ( das de sopa ) de açúcar
6 ovos
250 gramas de requeijão

Preparação
Unte com manteiga uma forma de abertura lateral, espalhe nela os biscoitos depois de triturados ( como se fosse farinha, a forma deve ficar bem coberta ), reserve. Com uma varinha mágica misture bem os ovos, o açúcar e o requeijão, até obter uma massa homogênea ( querendo misture um pouco de hortelã para dar um pique a menta ). Leve ao forno aquecido a180º durante 30 minutos aproximadamente. Sirva em fatias decoradas com geleia de framboesa ou morangos.

Bom Apetite

sábado, 25 de junho de 2011

Duas saladas de tomates


Hoje vos trago aqui duas saladinhas muito simples de fazer, vai bem nestes dias de verão como uma refeição ligeira ou até de primeiro prato numa refeição mais elaborada. Para estas saladas temos como base o tomate. O tomate  é o fruto do tomateiro,  embora muita gente o considera como legume na verdade é uma fruta. Originário das Américas Central e do Sul, era cultivado e consumido pelos povos pré-colombianos, sendo atualmente cultivado e consumido em todo o mundo. Apesar de estar associado à Itália devido ao seu largo uso na sua culinária, o tomate já era consumido nas civilizações Inca, Maia e Asteca, antes de ser levado ao outro lado do mundo. Antigamente o tomate era tido como venenoso pelos europeus e cultivado apenas para efeitos ornamentais. A época em que se passou a consumir o tomate não é clara, mas o que se sabe é que o tomate ganhou popularidade quando os povos do sul da Europa declinaram sobre esta suspeita. A partir deste momento, o tomate passou a ser um dos principais ingredientes da culinária mediterrânea. Os primeiros tomates exportados da América foram logo batizados de pomodoro pelos italianos, pois eram amarelos, parecendo "maçãs douradas". Só em 1554 e que se ouve falar dos primeiros tomates vermelhos. Aqui em Espanha uma guerra de tomates costuma acontecer na última quarta feira de agosto. Desde 1940, durante a festa, os moradores da cidade de Buñol ( um município da região de Valencia ) atiram tomates uns sobre os outros, pintando uns aos outros. Esta festa que tem o nome de tomatina tem origem de uma brincadeira de crianças, quando algumas crianças usaram seus almoços para guerrear na praça da cidade.

Salada de tomates com mozarela

Disponham num prato rodelas de tomates, queijo mozarela, cebolas. Polvilhe com coentros e tempere com azeite, vinagre, pimenta e sal.

Salada de tomates e nozes

Disponham em um prato rodelas de Pão para canapés, tomates, queijo de vaca, queijo de cabra e nozes aos pedaços. Tempere de sal e regue com mel.


Bom Apetite

domingo, 19 de junho de 2011

Polenta


Polenta  prato típico da culinária do norte de Itália  mas que  é feito  em diversos países, como Portugal e o Brasil. Sua base é a farinha de milho, e daí podemos acrescentar vários ingredientes ( a minha mãe fazia com o resto da sopa de feijão ). Antes dos primeiros emigrantes italianos levarem a polenta para o Brasil, já se consumia  ai uma forma de polenta de milho denominada Angu,  que tinha a mesma  consistência de uma polenta firme ou cremosa, mas que nunca era grelhada ou frita. Já em Portugal  na Ilha da Madeira há um prato típico muito parecido, as papas de milho, que é consumido logo depois de cozido a acompanhar peixes ou carnes.  Antigamente era feita principalmente de farinha de aveia, mas podiam ser utilizadas farinhas de outros cereais como o trigo. A partir de 1492 o milho passou a ser cultivado no norte de Itália, onde as chuvas são abundantes. A partir de então é que a polenta passou a ser feita de farinha de milho. O segredo da polenta deve-se principalmente de ser feita sempre da mesma forma: com bastante esforço e paciência, misturando a pasta de milho lentamente numa panela ao lume brando ( antigamente era em caldeirões de  cobre aquecido sob o fogo ).Pode ser servida mole, dura, grelhada ou frita. Pode ser recheada com uma variedade de molhos ou outros ingredientes, acrescentados enquanto ela ainda está mole.Antigamente considerada "comida de pobres", a polenta hoje é usada em diversas casas e restaurantes como uma refeição de requinte.

Ingredientes
250 gramas de farinha de milho
1 litro de água
2 colheres (das de sopa) de manteiga
100 gramas de nozes partidas (sem casca)
1 pitada de noz moscada
Sal, pimenta a gosto

Preparação
Num tacho largo ponha a água a ferver, ( esta polenta deve ficar um pouco durinha, se quiser fazer mais branda “ tipo Papas” acrescente um copo de leite a água )quando começar a ferver reduza o lume e tempere de sal. Verta a farinha de milho lentamente e vá mexendo sempre sem parar ate cozer a farinha ( 30 minutos ). Passado esse tempo retire do lume e misture a manteiga, tempere de pimenta e noz moscada, mexa e misture as nozes, coloque em um pirex pré-untado com manteiga, deixe arrefecer um pouco e vire para uma travessa. Faça fatias da grossura de um dedo e a partir daqui pode servir assim ou fritar em azeite ou manteiga. Serve principalmente para acompanhar peixe ou carnes assadas, no meu caso foi com carne.

Bom Apetite

sábado, 18 de junho de 2011

Coelho frito com espaguete


Esta receita não tem nada de especial, bem fácil e rápida de fazer. Serve para aqueles dias e que chegamos cansados com muita fome, mas não apetece fazer nada, e aqui esta uma receita muito nutritiva ( por causa da massa ) e saborosa. Foi exatamente o que se passou num desses dias da semana, e o resultado foi excelente.

Ingredientes
1 coelho novo
300 gramas de espaguetes
3 dentes de alhos
1 raminho de salsa
1 folha de louro
1/2 copo de azeite
Pimenta e sal a gosto

Preparação
Corte o coelho aos troços ( pelas juntas ) e tempere de sal, pimenta, os alhos picados, o louro partido e o azeite. Deixe ficar nesta marinada pelo menos 30 minutos, nesse tempo pode cozer os espaguetes à La dente ( numa panela com água a ferver temperada de sal e um dente de alho, verta um fio de azeite e coza os espaguetes na qual deve ficar cozidos mas rijos, retire do lume e deixe a escorrer ). Numa pela grande frite o coelho no próprio azeite da marinada, quando estiver o coelho frito retire o azeite e  fora do lume retire os alhos queimados e salpique com salsa picada. Verta por cima dos espaguetes e misture e sirva com o coelho.

Bom Apetite

Salmão com ameijoas


Na segunda feira passada aqui foi feriado, dia ideal para ir para a cozinha e fazer novas experiências. Folheando “ Eles e os tachos “, vi uma receita de Dourada com amêijoas, “ Boa ideia um peixinho “. Na receita do livro a dourada é servida com amêijoas e alguns legumes cozidos, vendo os ingredientes verifico que não tenho Dourada mas tenho Salmão “ Deve ficar bom “, de legumes nada só tenho batatas e hoje tá tudo fechado. Sorte minha que tenho amêijoas “ Vamos ver o que posso fazer “, e La fui eu para a cozinha, “ Ora bem com batatas “ lembrei-me das batatas as rodelas ligeiramente grossas que acompanham o Bacalhau à Narcisa (http://cozinha-do-zezao.blogspot.com/2010/05/bacalhau-narcisa.html ). É foi assim que nasceu este salmãozinho com amêijoas acompanhado com arroz e batatas, claro que também não duvido que a receita original seja uma delicia, mas esta ficou uma maravilha.

Ingredientes
4 postas de salmão
1/2 kg de amêijoas com casca
1 ½ limão
Arroz branco que baste
2 dentes de alhos
Azeite, salsa, sal e pimenta que baste

Preparação
Tempere as postas de salmão de sal, pimenta, sumo de um limão e os alhos picados ( na receita do dourada não leva alho, resolvi por pois gosto do saborzinho a alho ). Deixe tomar gosto 15 minutos. Entretanto descasque as batatas as rodelas ligeiramente grossas e frite em azeite, reserve. Numa sertã tipo Work aqueça azeite e frite as postas de salmão, tendo o salmão frito, reserve e retire do azeite os restos de pedacinhos de alhos que estão torrados e acrescente as amêijoas, tape e deixe abrir. Adicione o sumo de limão da marinada e agite de vez em quando, para ligar. Sirva com as batatas e arroz branco ( http://cozinha-do-zezao.blogspot.com/2010/01/arroz-branco.html)   polvilhado com salsa picada e enfeitado com rodelas  de limão.

Bom Apetite

domingo, 12 de junho de 2011

Arroz com Grão de Bico


Como eu sempre digo nos dias que não se sabe o que fazer são os dias que nascem verdadeiros Pitéus. Lembro-me de ter comido uma vez não sei a onde arroz com grão, mas nunca de ter feito.Pois foi que aconteceu um dia destes tinha feito entrecosto assado no forno e resolvi acompanhar com esse arroz, pois podem crer que ficou uma delicia. Bem deixamos de conversa e vamos a receita.

Ingredientes
2 chávenas ( das de chá) de arroz
4 chávenas ( das de chá ) de água
100 gramas de grão de bico cozido
2 dentes de alhos picados
3 colheres ( das de sopa ) de polpa de tomate
1 colher (das de sopa ) de colorau
Azeite
Sal
Tabasco

Preparação
Num tacho ponha os alhos a fritar, quando começar a ficar dourado junte o tomate, e fora do lume  o colorau com tabasco a gosto. Volte ao lume e junte os grãos,tempere de sal e refogue, ponha o arroz e deixe refogar alguns minutos mexendo sempre. Acrescente a água e deixe cozer 10 minutos em lume vivo. Verta para um recipiente de ir ao forno e leve ao forno pré-aquecido a 200ºC durante 7 ou 8 minutos. Sirva com carnes assadas e uma boa saladinha.

Bom Apetite

Salada de Polvo

Recebi recentemente de um bom amigo um livro de receitas intitulado “ Eles e os tachos “ da iditorial Euroimpala, na qual gostei muito. É um bom livro para homens que gostam de fazer umas intervenções no mundo da cozinha, tem receitas muito simples e fáceis de concretizar, para dias especiais ou para dias de divertimentos. Sendo assim resolvi fazer uma receitazinha deste livro, no livro é uma receita de sugestão para um dia de divertimento, eu aqui faço para uma refeição substituído os o pimentões e os crotões por batatas cozidas as rodelas com pele e ovos cozidos. Então vamos lá aos tachos

Ingredientes
1 kg de polvo ( tentáculos )
1 cebola pequena
1 folha de louro
1 cebola media picada
1 ramo de salsa picada
500 gramas de batatas novas
4 ovos
1 chávena de café de azeite
4 colheres ( das de sopa ) de vinagre
Sal e pimenta que baste

Preparação
Numa panela coza o polvo em água e sal com a cebola pequena e a folha de louro durante 40 minutos aproximadamente. Entretanto num copo misturador, junte o azeite, o vinagre temperando com sal e pimenta a gosto, reserve. A parte num outro tacho depois de bem já lavadas coza as batatas com a pele cortada em rodelas em água temperada com sal, estando cozidas escorra a água e reserve ( pode aproveitar e cozer também os ovos ). Depois do polvo cozido e já um pouco frio corte os tentáculos em pedaços. Misture com a cebola e salsa picada tempere com o molho e sirva com as batatas e ovo.

Bom Apetite

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Salmão na chapa com molho manteiga


 Aqui esta mais uma maneira de preparar o salmão, muito mais simples que a receita anterior ( Aqui)mas não deixa de ser também uma delicia. Esta receita básica da para 4 pessoas.

Ingredientes
4 postas de salmão
8 batatas medias
2 colheres ( das de sopa ) de manteiga
2 dentes
1 limão
Azeite
Sal
Pimenta
Alecrim

Preparação
Tempere as postas do salmão com sal, pimenta, limão e os alhos bem picadinhos, regue com um bom fio de azeite e deixe repousar 1 hora pelo menos. Entretanto coza as batatas cortadas ao meio com a pele em água temperada com sal, estando cozidas escorra da água e reserve. Aqueça uma chapa de grelhar e grelhe ai o salmão com um pouco do azeite do tempero, grelhe também as batatas do lado do corte. Sirva salteado co alecrim e  regado com molho manteiga que se prepara da seguinte maneira ; derreta a manteiga, acrescente umas gotas de limão e bata bem, tempere com sal e pimenta a gosto.

Bom Apetite