Traductor

sábado, 24 de março de 2012

Quebra-queixo


A coisas que a gente nunca esquece, e uma delas é o Quebra-queixo, que como outros doces fazem parte das minhas lembranças de infância.  Segundo li recentemente que mesmo continuando a ser vendido no interior do Brasil, a sua tradição está quase desaparecendo, muitos jovens brasileiros não conhecem esse doce. Por isso, hoje decidi homenagear uma dessas doçuras, como uma forma de preservar um pouco essa cultura. Ainda me lembro de quando era moleque (criança), a saída da escola estavam os vendedores de doces como “pé de moleque, paçoca, geleia e tantos outros”, mas era o Quebra-queixo o que mais sé vendia, pudera aquilo era mesmo bom. O doce não e complicado de fazer, mas sim ter muita paciência e a carinho, como dizia a minha mãe.

Ingredientes
1/2 kg de coco ralado ligeiramente grosso
1/2 kg de açúcar 

Sumo de uma laranja 
1/2 de litro de água
1 copo de água 

Preparação
Numa panela bem grossa (pois vai demorar um certo tempo ao lume) em lume médio adicione o açúcar à água já fervendo,mexa sempre até ficar em ponto perola, ou seja quando o açúcar estiver todo diluído e começar a escurecer. Junte o sumo de laranja e o coco ralado, continue a mexer sem parar até  a calda começar escurecer e a engrossar, não pare de mexer até dar o ponto. Para saber o ponto certo, a Ti Bernada (minha mãe), tirava uma pequena porção e jogava em água fria e amassava com a mão até sentir que está pronta, tipo um efeito de puxa-puxa. Tira-se a panela do lume e adiciona-se o copo de água, mexa bem e verta para um recipiente ou devida em porções. esta parte final é muito importante para dar ao doce a textura e a característica do quebra-queixo entre mole e duro. 
Como é bom ser criança!! 

Bom Apetite

Sem comentários:

Enviar um comentário