Traductor

sábado, 20 de abril de 2013

Costela grelhada no forno com feijão preto e arroz


Bem hoje trago uma variação, uma mistura de sabores, como não posso ascender o fogareiro resolvi utilizar o forno para fazer o entrecosto. Uma boa sugestão para aqueles dias de chuva ou muito frio, na qual nem apetece por o pé fora de casa. Acompanhei com um feijão preto e arroz branco, e para dar corzinha fiz uma boa saladinha mista.
Ingredientes; para o entrecosto.
1 kg de entrecosto cortado entre os ossos da costela
1 copo de vinho branco
1 colher (das de sobremesa) de colorau
 5 dentes de alho
pimenta em grão que baste
sal grosso
azeite
 Preparação
Num almofariz pise o sal ( suficiente para temperar a carne ), os alhos descascados, alguns grãos de pimenta e o colorau. Com esta massa tempere a carne dentro de uma assadeira e tape com película aderente e deixe no frigorifico por 1 a 2 horas para tomar gosto. Regue com vinho e uma boa goleada de azeite. Vai ao forno com a função grelhar (250 º) virando a carne varias vezes. Quando a carne  estiver bem alourada retire do forno.

Ingredientes; para o feijão preto.
400 gramas de feijão preto cozido ou em lata ( pré-cozido )
2 dentes de alho picado
100 gramas de toucinho fumado cortado em tiras
1 tomate bem maduro
1 cebola media picada
1 folha de louro 
azeite 
Preparação
Num tacho ponha uma boa goleada de azeite e comece por fazer um estrugido com a cebola, os alhos, o tomate, o louro e o toucinho, acrescente um pouco de vinagre para amaciar os temperos, levante fervura e ponha os feijões e uma doze igual de água, deixe ferver bem e esta pronto. Para preparação da farofa e do arroz branco ver receitas do dia .


Ingredientes; para o arroz.
uma medida de arroz agulha
duas medidas de água
azeite quanto baste
2 dentes de alho
sal a gosto 
Preparação
Ponha o azeite num tacho e o alho a aloirar, acrescente o arroz e vá mexendo sempre sem parar durante uns 5 minutos ( isto chama-se fritar o arroz ).Ponha água e levante fervura, quando ferver abaixe o lume ate a água desaparecer, apague e deixe ficar mais uns 5 minutos.

Bom Apetite

sábado, 13 de abril de 2013

Panados


O bife à milanesa (carne de vaca) é um prato da culinária italiana bastante popular no Brasil e Argentina, em Portugal carinhosamente chamado de Panado (carne de porco), muito comum em qualquer boa tasca portuguesa.
Possivelmente a origem deste prato venha da antiga Grécia, tendo a receita sido levado para a península ibérica por comerciantes árabes durante a idade media e posteriormente para a Itália. Muito popular  em Veneza e Viana nos séculos XV e XVI em que contam-se lendas que os grãos de pão ralado faziam lembrar os grãos de ouro. Outras historias falam de um marechal da época (Joseph Radetzky ) no ano de 1857 Nessa altura, derrotou os rebeldes de Milão levando  como premio a receita da costeleta à milanesa até  a Áustria, onde se tornaria a identidade gastronômica deste país, conhecida como"Wiener schnitzel" no ano de 1862. A difusão deste prato deve-se aos austríacos que quando das guerras sacro império romano- germânico no sec. XVIII  tendo os austríacos invadido Milão e roubado a receita. Entretanto não há fatos que comprovem essa teoria.

Ingredientes
1 kg de febras de porco
4 dentes de alhos
1 colher (das de sopa) de vinagre
2 ou 3 ovos
Farinha de trigo quanto baste
Pão ralado quanto baste
Óleo quanto baste (fritura)
Sal quanto baste
Pimenta a gosto

Preparação
Tempere a s febras com os alhos picados, sal e a pimenta. Salpique com o vinagre e deixe tomar gosto por alguns minutos. Numa tigela bata os ovos como para omelete, noutra ponha a farinha de trigo e noutra o pão ralado (querendo pode misturar aqui um pouco de pimenta moída ). Comece por passar as febras pela farinha, depois pelos ovos batidos e por fim no pão ralado, frite em óleo bem quente ate ficarem bem douradas. Retire e coloque em cima de papel absorvente para ficarem bem secas. Sirva com algum acompanhamento tipo arroz de feijão, só arroz, batatas ou uma boa salada.

Bom Apetite

Coelho com (cerveja) Heineken


Hoje vos trago uma receita de coelho com cerveja, mas em vez de uma cerveja vulgar vamos usar uma Heineken Pilsener, conhecida simplesmente como Heineken, e una cerveja tipo pale-lager (cervejas com sabores bem definidos devido a acides e um com um sabor acentuada a lúpulo )com 5,0% alc.A cerveja Heineken foi elaborada em 1873 por Gerard Adriaan Heineken. Em 1886, foi descoberto a leva-dura tipo "A", que  da o sabor característico a esta cerveja. Em fim uma cerveja bem leve, mas com um forte sabor.
Por isso penso que é a cerveja perfeita para elaborar determinados tipos de pratos, alem disso fresca é uma maravilha.

Ingredientes
1 coelho em pedaços e limpo de gorduras
4 dentes de alhos
1 cebola media
1 raminho de salsa
1 folha de louro
1 colher (das de chá) de pimentão doce
1 Cerveja Heineken (0.33 cl)
Sal quanto baste
Azeite quanto baste
Piri-piri ou tabasco a gosto

Preparação
De preferência com 1 ou 2 horas antes ( mínimo 30 minutos), deixe o coelho a marinar na cerveja com os alhos picados e a folha de louro. Escorra bem o pedaços de coelho e reserve a marinada. Num tacho com o fundo coberto de azeite dourar os pedaços de coelho, quando estiverem bem douradinhos retira-los e aproveitando a gordura no mesmo, refogar a cebola bem picada, quando começar a ganhar cor acrescentar o pimentão e um copo de água, mexer bem e temperar de sal e piri-piri a gosto. Deixar levantar fervura e volta adicionar os pedaços de coelho e a marinada depois de coada. Deixar cozer em lume baixo entre 30 ou 40 minutos para ficar bem apurado. Sirva salpicado com a salsa picada e acompanhado com espaguetes ou um acompanhamento do seu gosto.

Bom Apetite