Traductor

domingo, 30 de junho de 2013

Ovos madrilenos no forno com natas

Voltando ao tema dos ovos que tal para o pequeno-almoço uns ovos de nuestros hermanos.
Para isso vamos fazer uns ovos em “cassolettes”. Estes ovos podem ser preparados em banho-maria ou diretamente ao forno, a sua cozedura demora em regra geral 10 minutos. Estes ovos depois de abertos nas cassolettes (pequenas tigelas de barro que podem ir ao forno) previamente untadas com manteiga que vai ao forno.
Temperadas ao paladar com pimenta e sal e uma noz de manteiga por cima. Aqui deixo uma versão preparada diretamente no forno incrementada com queijo, presunto e natas.

Ingredientes
2 ovos
80 ml de natas liquidas
3 fatias de queixo de sua preferência
5 fatias de presunto
1 vaso de vinho branco maduro
1 colher (sopa) de manteiga
Una pitada de oréganos
Sal y pimenta ao gosto

Preparação
Untar uma cassolette com manteiga e cobrir com as fatias de presunto previamente de-molhadas no vinho durante 2 horas  no mínimo.
Cobrir com o queixo deixando as pontas do presunto à vista. Abrem-se os ovos cuidadosamente para que fiquem  inteiros, temperasse a gosto e cobrem-se com natas.
Levar a ao forno quente durante alguns minutos sem deixar que os ovos finquem demasiado  cosidos. Servir quente na própria cassolette polvilhando com oréganos por cima.

Bom Apetite


segunda-feira, 24 de junho de 2013

Pizza de Sardinhas à Portuguesa


Hoje é dia de São João, e em Portugal e por este mundo a fora nesses dias os portugueses fazem a festa com uma boa assada de sardinha, pimentos assados, salada de tomate, etc. Normalmente na noite de 23 para 24 ascende-se a fogueira e multiplicam-se as festas. Sendo a sardinha pitéu obrigatória nas noites de São João, quem pode a que acender os fogareiros ou sair de casa para alguma festa. E quem não pode qual a solução???. Aqui deixo uma ideia para aqueles que ficam por casa, lá por não poderem ter sardinhas assadas e restantes acompanhamentos não deixem de comemorar o São João. A ideia e fazer uma Pizza com esses ingredientes, acrescentando apenas o queijo, pois é uma peça fundamental das pizzas. 



Ingredientes; para massa

12 gramas de fermento de padeiro
200 gramas de farinha de trigo
60 gramas de margarina
4 colheres (de sopa) de leite
1/2 colher (de café) de sal
2 colheres (de sopa) de azeite
1 ovo


Ingredientes; recheio
2 latas de sardinhas em tomate1 tomate maduro
1 pimento verde
1 cebola pequena
1 dente de alho
½ chávena (de chá) de polpa de tomate
Azeitonas pretas quanto bastem
Queijo mozarella ralado grosso quanto baste
Azeite quanto baste
Sal a gosto


Fotos; Preparada para ir ao forno, dentro do forno e pronta



Preparação; da massa

Desfaz-se o fermento no leite morno, junta-se-lhe um pouco de farinha e deixe levedar.

Entretanto mistura-se o ovo batido ao azeite e a margarina ( derretida ).Numa tigela peneira-se a farinha e o sal, dispõe-se em monte com um buraco ao centro e ai deita-se a mistura do ovo mais o fermento levedado. Mistura-se tudo rapidamente com a mão, se for necessário ponha um pouco mais de farinha, para se obter uma massa elástica que se despega da tigela. Amassa-se bem sobre a mesa enfarinhada, rola-se em bola e ponha na tigela, cobre-se e deixa-se levedar em local quente até dobrar de volume. Amassa-se novamente antes de estender com o rolo, tentando deixar sempre redonda, ponha num tabuleiro em cima de papel vegetal untado com manteiga.



Preparação e montagem dos ingredientes

Comece por preparar um molho de tomate, numa sertã ponha o dente de alho picado com metade da cebola picada com azeite e o molho de tomate das latas, reservando as sardinhas. Deixar estrugir um pouco e tempere de sal, acrescente a polpa de tomate e deixe apurar, retire e deixe esfriar um pouco.

Ligue o forno à 200º para assar o pimento (assim aproveita e pré-aquece o forno), depois de assado numa vasilha com água limpar das peles queimadas e sementes, corte em tiras e salpique com um pouco de vinagre, reserve.

Tendo já a massa estendida pronta para ir ao forno, cubra com o molho toda a base, em seguida espalhe as sardinhas em pedaços pequenos (reserve 4 partes ou mais para o enfeite), espalhe o pimento as tiras e a outra meia cebola aos gomos bem finos, cubra com queijo e enfeite com rodelas de tomate, azeitonas e as meias sardinhas, volte a por um pouco mais de queijo por cima.

Vai ao Forno pré-aquecido 180º/200º entre 10 a 15 minutos, retire e regue com um fio de azeite antes de servir.


Bom Apetite

sábado, 22 de junho de 2013

Ovos à Americana

Cozido, escalfado, mexido, estrelado ou em omelete, o ovo é um alimento indispensável em qualquer cozinha. Muito versátil, entra tanto em pratos salgados como na doçaria. Veja aqui

Muitas vezes usamos os ovos para ajudar a confeccionar um determinado prato. Aqui deixo uma receita em que o ovo é o verdadeiro protagonista, mais uma das minhas experiências culinárias. Resolvi chamar-lhe à Americana por ser costume dos americanos servir ovos sobre pão tostado dando-lhe o meu toque pessoal.

Ingredientes: por pessoa
1 ovo
1 fatia de pão de forma
Sal e pimenta a gosto
Queijo ralado de sua preferência quanto baste
Manteiga quanto baste

Preparação
Frita-se o pão de forma numa sertã com um pouco de manteiga, muito levemente (sé preferir toste numa tostadeira). Coloque em um tabuleiro de ir ao forno sobre papel vegetal, reserve.
Separar a gema da clara com muito cuidado para não rebentar e guarde num prato ladeiro. Bater a clara em neve bem firme e colocar encima da fatia de pão, temperando com um pouco de sal e pimenta.
Com todo o cuidado com o Auxilio de uma colher colocar a gema bem ao centro do montinho da clara, polvilha-se com o queijo ralado e coloca-se um pedacinho de manteiga em cima. Leva-se ao forno pré-aquecido a 180º entre 2 a 3 minutos para aloirar um pouco (dependendo do forno). Pode servir simples ou acompanhado, como por ex. espargos.


Bom Apetite

sábado, 15 de junho de 2013

Restaurant Els Pessons

Esta publicação não serve de uma referencia gastronômica, simplesmente fui ai comi e gostei. De vez em quando gosto de ir por ai com a família a comer fora de casa, portanto esta é a minha opinião. 

Canillo
Com uma área de 120,86 km ², é a maior parroquia (freguesia) de Andorra. Sua altitude varia entre 1.400 e 2.913 metros acima do nível do mar. O clima é frio e seco e os picos cobertos de neve e montanhas durante os meses de inverno. Uma região em que você pode desfrutar do sol, a neve e as montanhas.

Como pontos turístico Canillo inclui o Santuário de Nossa Senhora de Meritxell, padroeira do país, a igreja de San Juan de Caselles (edifício românico de finais do século XI, com um estilo Lombard da torre) e do Palácio de Gelo de Andorra , com mais de 8.000 m. e uma pista olímpica de gelo. Canillo pode oferecer o maior resort de esqui em Andorra, onde a neve é garantida durante toda a temporada. Assim como sua gastronomia que é muito variável pelos vários restaurantes da região. Poderá encontrar desde a cozinha tipo caseira, de autor e um pouco de todo o mundo.

Assim temos o Restaurante Els Pessons a saída da vila de Canilho. A primeira vista parece mais um restaurante a beira da estrada, nada de luxos que até pode passar despercebido. Entramos e encontramos uma decoração típica da região onde afloram algumas alfaias agrícolas, coisa simples e modesta. Seu nome baseado num dos lugares mais belos de Andorra. Aqui


É bem visível alguns pormenores de uma presença portuguesa no local (Santo Antonio, nossa Senhora de Fátima ou até umas belas alheiras penduradas perto da churrasqueira).












É na cozinha que esta o seu verdadeiro valor, típica do país com um toque português a onde se valoram os grelhados. Tudo isso graças a um casal de portugueses, a Srª Almerinda e o Srº Antonio. A Srª Almerinda ocupa-se da cozinha de onde surge uma boa variedade de pratos e guarnições, já o Srº Antonio além de cuidar de churrasqueira com uma boa variedade de grelhados é o anfitrião do local. 



 Chouriço e morcela do país grelhadas
 Salada de Atum
 Torrada Ibérica
 Pancheta a barbacoa
"Barrigas de porco grelhadas"


Ensopado de javali












Por isso amigos quando passarem por Canillo não deixe de parar neste local e saborear uma boa refeição.


Bom Apetite

domingo, 9 de junho de 2013

Arroz negro cremoso con calamares y mejillones en alioli.



Olá hoje voz trago aqui uma receita de um dos arrozes mais típicos da culinária espanhola, trata-se do arroz negro que na qual e feito com a tinta de chocos ou lulas.

Um "arroz preto com lulas e mexilhões em maionese de alho"O arroz preto (também chamado Arròs negre em valenciano e catalão) é um prato de arroz seco feito numa frigideira ( paellaeira) ou numa panela de barro. A aparência e o sabor que diferenciá-lo de outros tipos de arroz é de ser feito com lulas ou chocos juntamente com a tinta natural proveniente tirada na altura de os limpar. A tinta é adicionada ao arroz no caldo de cozedura e é o que dá a cor a que se chama “ Arroz Negro

É um prato muito servido no mediterrâneo. Também é encontrado na Itália ( em pratos como Riso nero à Fiorentina ou o mesmo Riso al Nero di Seppia). Na cozinha espanhola é comum na parte leste, um prato típico da cidade de Palafrugell.

Normalmente é servido na paelleira ou tacho em que o arroz cozido. Serve-se para comer preparados na hora (como o arroz de marisco). E costume colocar um pires com alioli ( alioli é uma espécie de maionese de com sabor a alho) ao lado para misturar com o molho do arroz, ou colocar na apresentação do prato como acompanhamento.

Recentemente concorri a um passatempo do programa "Masterchef espanhol" com uma receita da minha autoria deste tipo de arroz. Para não perder a originalidade aqui deixo a receita da maneira que foi apresentada para concorrer ou seja em espanhol.















Arroz negro  cremoso con calamares y mejillones en alioli.

Ingredientes
1 L. de agua
200 gramas de pescado (cabezas)
2 cebollas
1 zanahoria
4 dientes de ajo
Pimenta recién molida
Sal
Hierbas aromáticas (laurel, tomillo, perejil  y apio)
12 mejillones con casca
500 g de arroz bomba
500 g de calamares
1 paquete de tinta de calamar
5 cl. de vino blanco
15 cl. De aceite de oliva
Alioli

El fumet
Prepare un fumet  de pescado. Para ello pele una cebolla y un diente de ajo. Pele  la zanahoria, lávela y córtela a rodajas. En una olla grande eche las verduras, las hierbas aromáticas, añada agua, sal y pimenta. Sumerja el pescado y los mejillones, lleve  a ebullición y cueza a fuego muy lento. Deje trascurrir unos 20 minutos a partir que arranque el fervor. Espume en el curso de la cocción  para eliminar las impurezas que se forman en la superficie. Pase el fumet por el chino, déjelo  enfriar y reserve. Recupere lo mejillones ábrelos y reserve la parte con carne.

Los calamares
Lave los calamares con abundante agua fría. Retira en cada uno de ellos la fina película que recubre el cuerpo, córtelos y vacíalos, retirando las artes blandas y la quilla, corte los calamares en trozos y reserve. Recupere las bolsas de tinta con cuidado para no rásgalas, agujere cada bolsa de tinta y  vacíe la tinta en un bol, añada lo paquete de tinta de calamar  y diluya con vino blanco.

El arroz
Pique la otra cebolla y los 3 dientes de ajos. En una paella, caliente el aceite, añada la cebolla picad y rehóguela hasta que adquiera un color marrón. Incorpore los trozos de calamares y el ajo picado y remueva. Cueza a fuego medio durante 10 minutos.  Eche el arroz y riegue con el fumet, (reserve un poco de fumet y guarde en la nevera) vierta la tinta disueltas, remueva con suavidad y cueza a fuego vivo unos 15 minutos. Pruebe y rectifique. Aparte del fuego y eche  el  poco de fumet  bien frio (esto  dejara el arroz cremoso)y remueva con suavidad, deje reposar unos minutos antes de servir.

El alioli
Prepare  un alioli con 2 dientes de ajos, 1 y 1/2 vaso de aceite de girasol, media cucharadita (café) de vinagre, 1 huevo y 1 pellizquito de sal. Poner todos los ingredientes en un vaso de batidora de mano, poner el brazo hasta el fondo sin moverlo (muy muy muy importante!!!!!) y empezar a batir, una vez empieza a espesar se puede mover la batidora hasta conseguir la consistencia deseada. Se lleva a la nevera durante un rato para que enfríe y listo.

Presentación
Poner el arroz al centro, encima una rodaja de limón y una casca de mejillón con un ramito de perejil. Al lado del plato poner  cascas de mejillones rellenas con el alioli y el mejillón encima.


Bueno Apetite

sábado, 8 de junho de 2013

Potage de Garbanzos

Potage do Francés traduzido para português “sopa” ou “guisado”, ou seja um prato de legumes cozidos com abundância de água. Variantes deste prato são infinitas e dependem principalmente das variedades de alimentos disponíveis na região. Apesar de seu nome derivar do Francés é um prato da gastronomia espanhola muito apreciado na altura do frio, sendo também um prato típico da semana santa na qual é feito sem adição de carnes ou com bacalhau.

A origem desta receita é atribuída aos franceses que descrevem como um prato que consiste carne, tubérculos e leguminosas cozidas, ou seja um bom guisado. É uma receita comum para os tempos frios, aparentemente, remonta à Idade Média. Mais recentemente o bacalhau como ingrediente principal foi popularizado por difusão em técnicas de salga em Espanha usados ​​pelos judeus. Na Potage encaixa quase qualquer tipo de ingrediente, sendo o grão de bico o mais utilizado, não desprezando os espinafres, acelgas, carne ou peixe e dependendo da ocasião escolhida.

Aqui fica a minha receita simplificada de um bom Potage de Garbanzos “Grão de bico”, na qual acompanho com uns pezinhos de porco.

Ingredientes (4 pessoas)
500 gramas de grão de bico

2 pés de porco

1 chouriço vermelho grande (ou 4 pequenos )

1 cebola grande

4 dentes de alhos

1 colher (das de chá) de colorau


1 folho de loro

1 ramo de salsa

Sal grosso quanto baste

Azeite quanto baste




Preparação
De véspera coloque os grãos de bicos em água para de-molhar e os pés previamente lavados, abertos com um pouco de sal para salgar. No dia numa panela de pressão (usando uma normal terá que aumentar o tempo de cozedura) coloque meia cebola, 3 dentes de alho, os grãos de bico e os pés de porco lavados do sal, cubra com água quente, tape e leve a cozer de 30 a 40 minutos. Num tacho com um pouco de azeite faça um estrugido com a outra meia cebola e o alho bem picadinho, o colorau, a folha de louro e o tomate picado, junte água de cozer os grãos e os chouriços de deixe ferver ate cozer os chouriços. Acrescente os grãos de bico ( rejeitando a meia cebola e os alhos, reservando os pés ) a salsa picada, deixe apurar e retifique o sal se necessário. Leve os pés ao forno com o grill para tostar e sirva com a Potage numa tigela.


Bom Apetite

sábado, 1 de junho de 2013

Bolo delicia de chocolate

Sábado de manhã fazendo compras, a tarde na cozinha fazendo esta maravilha. Nada melhor do que começar o mês no blog com uma coisinha doce, pois aqui esta este bolo de chocolate que tanto pode ser para o lanche como para uma sobremesa.

Ingredientes; Massa
450 gramas de farinha
350 gramas de açúcar
6 ovos
½ chávena  (das de chá)de óleo
5 colheres (das de sopa) de cacau em pó
2 colheres (das de chá) de fermento em pó
2 dl de água
Margarina e farinha quanto baste para untar a forma

Ingredientes; recheio, cobertura
 2 latas de leite condensado
4 colheres (das de sopa) de cacau em pó
1 colher (das de sopa) de mel
1 colher (das de sopa) de margarina
Chocolate granulado quanto baste

Ingredientes; calda
3 dl de água
150 gramas de açúcar
2 colheres (das de sopa) de chocolate em pó

Preparação

Calda

Comece por fazer a calda para que arrefeça, leve ao lume um tacho com a água, o açúcar e o chocolate. Deixe ferver 2 minutos mexendo sempre, apague o lume e reserve.
Bolo
Aqueça a água e junte o cacau, mexa até dissolver o cacau, reserve. Numa tigela, bata as gemas com o açúcar e o óleo até ficar cremoso, adicione a mistura de cacau mexendo sempre. Junte a farinha peneirada e o fermento e misture bem. Â parte bata a claras em castelo e envolva no preparado sem bater. Verta para uma forma untada com a margarina e polvilhada com farinha, leve ao forno pré-aquecido 180ª durante 40 minutos ou até cozer. Estando cozido desenforme e deixe arrefecer.

Recheio e cobertura

Deite o leite condensado para um tacho, junte o cacau, a margarina e o mel. Misture e leve ao lume mexendo sempre ate descolar do fundo do tacho, retire do lume e deixe arrefecer um pouco.

Montagem

Corte o bolo ao meio obtendo duas rodelas, regue com a calda já fria as duas partes. Na rodela de baixo espalhe parte do recheio, cubra com a outra rodela e barre com o restante recheio todo o bolo. Polvilhe com chocolate granulado e leve ao frigorífico para ficar bem fresco.


Bom Apetite