Traductor

domingo, 26 de janeiro de 2014

Massa à Singapura com Guacamole

Como já tinha dito ( Aqui), nunca tinham imaginado um prato como este. Hoje em dia a massa levou todos os países do mundo para novos percursos culinários, e nunca mais foi a mesma desde que saiu da china, servi-la somente com molhos de tomate ou cremes já esta limitado. Hoje vamos incrementar este prato asiático de Singapura com uma das massas mais antigas que se tem conhecimento, o tagliatelle com guacamole.
Já a muito tempo que queria publicar esta receita mexicana que é um molho da cozinha mexicana feito de abacate, basta basicamente misturar o abacate com cebola e pimenta verde até que fique uma massa uniforme, assim teremos uma das receitas mais simples do guacamole. Sendo uma iguaria típica da culinária mexicana que pode ser servida com uma grande variedade de pratos.
É basicamente um purê de abacate bem temperado, que funciona como um complemento, tendo sido exportado para todas as partes do mundo onde existe comida mexicana, muitas vezes alterada de acordo com os gostos locais.
O nome "Guacamole" com origens indígenas: "Ahuacatl" (abacate) e "mole" (um nome genérico para molho), embora o verdadeiro mole seja totalmente diferente, levando na sua composição chocolate.

Ingredientes; Guacamole
2 abacates
40 gramas de cebola
80 gramas de tomate
1 malagueta picante (facultativo)
1/2 limão (ou lima)
1 lata de atum ao natural
Algumas folhas de coentro fresco
Sal

Preparação
Abrir os abacates ao meio e retirar toda polpa, pisar ligeiramente com um garfo e salpicar com o sumo de limão, reserve. A parte pique a cebola, o tomate sem apele e as sementes e malagueta o mais picada possível (se não quiser muito picante use umas gotas de tabasco para temperar a gosto). Junte ao atum depois de escorrido e esfarelado, misture com o purê de abacate temperando de sal e coentros picados, sirva como acompanhamento enfeitado com um camarão.

Ingrediente; para massa
400 gramas de Tagliatelles
400 gramas de lombo de porco cortado aos cubinhos de 1.5 cm
300 gramas de camarões
100 gramas de pimentão vermelho picado
100 gramas de aipo picado
1 cebola media picada
1 dente de alho bem picadinho
3 colheres (de sopa) de molho de soja
2 colheres (de sopa) de jerês ou um vinho branco seco


1 colher (de sopa) de mel
1 colher (de chá) de colorau
2 colheres (de chá) de caril
½ chávena (de chá) de óleo de amendoim
Sal que baste
Tabasco a gosto ou piripri


Preparação
Junte o molho de soja, o jerês, o mel, o alho e o colorau, ponha a carne numa tigela e verta a mistura por cima, deixe repousar por 2 horas. Entretanto coza os camarões em água quente temperada de sal, reserve a água cuada e deixe os camarões esfriar para retirar a casca e as barbatanas ( deixando a cabeça e pontinha do rabo). Num tacho coza a massa na água de cozer os camarões, escorra e guarde quente. Numa frigideira grande (tipo Work) aqueça o óleo e frite os camarões levemente, retire e frite a carne. Reduza para lume boixo, tempere de sal e tabasco a gosto e junte os legumes e os camarões, frite mais 5 minutos, apague o lume e junte a massa, polvilhe com o caril e misture. Sirva quente.


Bom Apetite

Sem comentários:

Enviar um comentário