Traductor

sábado, 19 de novembro de 2016

“Glögg” vinho quente, para dias frios

Chega-se de férias cansado, nada melhor tirar uns dias para descansar das férias. Foi exatamente o que aconteceu esta semana passada, uma semanita mais para por as coisas em dia, visto isso aqui estou eu de volta e como já vem sendo abito começar com uma bebida, este ano não vou quebrar a tradição. Sendo sempre uma receita de uma bebida consumida nessas férias, regra que ainda sé mantem. Durante as férias provei varias bebidas na qual tive que escolher entre duas; um vinho granizado ou um vinho quente, sendo a escolha o vinho quente por ser uma bebida mais para esta altura do ano ou seja para dias com muito frio. Conhecido como Glögg na Suécia onde é uma tradição herdada dos antigos Vikings, considerada até como bebida nacional. 
Também em outros países especialmente  no Natal, na qual o vinho quente é muito consumido como; Dinamarca e Noruega “glogg”; Finlândia “glögi”; Alemanha “glühwein”. No Brasil apesar de ser um pais meio tropical, também sé bebe uma bebida com o nome de “quentão”, mais ao sul do Brasil nas festas populares (São João) onde por ai as noites são mais frias.

Para preparar um vinho quente consiste em aquecer o vinho acrescida com algumas especiarias, na qual o tempo de aquecimento vai dar o grau de álcool a bebida, ou seja quanto mais ferve menos álcool. Algumas receitas podem utilizar frutos ou adição de outra bebida alcoólica para dar mais potência como; vodca, etc. Assim que podem agregar a bebida um sabor mais pessoal fazendo mais a seu gosto, sendo sua base sempre o vinho. Servida bem quente é uma ótima opção para noites e tardes frias de inverno. Pode-se fazer e servir ao momento , mas sé fizer esta deliciosa mistura alcoólica com um tempo de antecipação (1 semana) terá tempo de amadurecer mais e intensificar os sabores.

Ingredientes
1 litro de vinho tinto seco
1 copo de vodca opção caso queira mais forte

10 cravinhos da Índia
10 sementes de cardamomo
50 gramas de gengibre fresco
1 pau de canela
1 casca de laranja sem a parte branca
2 colheres (das de sopa) de mel

2 colheres (das de sopa) de açúcar


Preparação

Versão forte
Deixe os cravinhos, a canela, o cardamomo, o gengibre e a casca de laranja marinar de um dia para o outro na vodca. No dia em lume baixo num tacho com um pouco de vinho aqueça o mel e o açúcar até dissolver, acrescente a vodca com as espécies e mexa, deixe ferver bem para incorporar tudo, acrescente o vinho volte a deixar ferver, coe e sirva. Pode inclusive guardar em garrafas estetizadas para usar mais tarde.


Versão normal
Deixar a canela, o cardamomo, o gengibre e a casca de laranja marinar de um dia para o outro no vinho. No dia em lume baixo num tacho aqueça o mel e o açúcar com um copo de água até dissolver, incorpore as especiarias escorrida do vinho e deixa ferver bem. Acrescente o vinho e mexa, aqueça sem deixar (nesta fase quanto mais deixar ferver, mais perde o álcool) ferver muito para incorporar tudo, coe e sirva. Para dar um toque amendoada acrescente umas amêndoas no copo ou taça de servir.



Bom Apetite



1 comentário: