Traductor

sábado, 24 de setembro de 2016

Peixe no forno à provinciana

Assim vai a vida aqui estamos, ou eu seja estou de volta aos tachos. Neste descanso que me soube a pouco, não fiz grandes pesquisa, portanto o melhor e pegar o que tenho por aqui a mão. E desta vou começar com um prato de peixe, que pode ser um peixe a vosso gosto (pargo, robalo, corvina, etc.), na qual vamos fazer da maneira mais simples que pode haver, no estilo provinciano. Uma receita do povo das aldeias na qual não precisamos de muito trabalho.


Ingredientes
2 robalos limpos
600 gramas de batatas novas

4 tomates maduros
2 cebolas medias
2 dentes de alhos
1 copo de vinho branco
2 colheres (das de sopa) de orégão

1 folha de louro
Sal e pimenta quanto baste
Azeite


Preparação
Tempere os robalos com sal e pimenta por dentro e por fora e coloque metade dos orégão no interior, reserve. Numa tigela coloque os tomates picados com as cebolas aos gomos e os alhos picados, acrescente o vinho branco, a folha de louro e o resto dos orégão. Tempere com um pouco de sal e pimenta, adicione as batatas descascadas e misture bem. Num tabuleiro com o peixe ao centro junte o preparado anterior e regue com azeite, leve ao forno pré-aquecido a 180º durante uns 40 minutos. Sirva de imediato.

Bom Apetite

domingo, 18 de setembro de 2016

Bar o Lagar

E certo que voltei, e para começar não vou publicar uma receita, mas sim falar de um lugar. Tão pouco será um restaurante onde sé possa comer uma refeição com toda a silhueta que sé pede. 














Mas sim um lugar onde sé pode começar a noite ou acabar (já bem de madrugada), pois possui um ambiente acolhedor e discreto. Um lugar que além de poder beber uns bons canecos ou drinks, pode-se petiscar fora de horas ou até saciar o bichinho da fome, com uma ementa de algumas saladas, sandes variadas, asinhas de frango, moelas, as bifanas de toda a vida, a celebre orelheira com molho verde ou leitão, tabuas de queijos e enchidos, etc. Além disso uma garrafeira simples, mas com bons vinhos para os mois exigentes.















Estou a falar do mítico bar o Lagar com nova gerencia de um rapaz 5 estrelas que conseguiu fazer voltar as boas noites na Gafanha do Carmo. No passado este bar ficou marcado na memória de muita gente pelo seu aspecto e os gerentes que por ai passaram, todo o jovem (do passado) tem alguma história para contar desse bar. Depois de uma paragem na qual o local exerceu outras funções. Um jovem ambicioso agarrou no local e tentou reconstruir o seu aspecto interior antigo do local, não conseguindo devido a burocracias, mesmo assim foi a luta e criou um novo Lagar, um lugar simples, mas acolhedor. Parabéns Tiago Cardoso pelo excelente trabalho.















Bom Apetite