Traductor

domingo, 30 de dezembro de 2012

Arroz de marisco



O arroz de marisco na qual pertence as maravilhas da gastronomia portuguesa, maravilhas essas que surgiram na sequência da promoção do patrimônio histórico e natural de Portugal. Com objetivo de divulgar e promover o patrimônio gastronômico Português. Para que um candidato pudesse ser aceite teria que seguir critérios específicos que definiriam o prato como genuinamente português e que tivesse um comprovado valor histórico-tradicional, sendo, portanto parte integrante do receituário tradicional português. Para tal teriam que ser pratos confeccionados apenas com produtos só produzidos em Portugal com interesse técnico etnográfico e históricos provando a autenticidade e antiguidade, na qual seguiam os seguintes critérios.


Receituário genuíno e integrante dos valores tradicionais portugueses;

Pelo menos, mais de 50 anos de história na cultura e na tradição portuguesa;

Tradição ativa de ser confeccionada em território nacional;

Produzido com matérias-primas utilizadas ao nível nacional, regional ou local só produzido em Portugal;

Com uma referência nos hábitos alimentares de uma ou mais regiões;

Tendo que ser  uma afirmação cultural e econômica de uma ou mais regiões; na qual representem a diversidade regional enquanto fator de enriquecimento da gastronomia.


Durante vários dias segui-se um apuramento de vários pratos portugueses, em que os nomeados são votados pelo publico em vez de um júri.

No dia 10 de setembro de 2011 foi declarado por chefes de cozinha de renome internacional, aquelas que passaram a ser conhecidas pelas  7 maravilhas da gastronomia portuguesa, na qual o Arroz de marisco faz parte.  Sendo um pouco complicado arranjar produtos frescos e genuínos portugueses, não e motivo de deixar de fazer este magnífico pitéu.  Poderá o leitor dizer “isto é complicado”,aqui tento fazer o mais simples possível usando produtos naturais (não usando certos pós que existem no mercado para preparar o caldo). Não tendo hipótese de encontrar produtos frescos (marisco), podemos usar os congelados tendo atenção para o aspecto das embalagens (não estarem rotas, não terem gelo dentro, verificar data de embalagem e validade, origem, etc. ). Hoje em dia a qualidade dos congelados e tão boa como os frescos. Para facilitar, podem cozer os mariscos de véspera e preparar o caldo, aquecendo no dia para utilizar (reserve sempre uma chávena dele frio ) assim será mais rápido e menos complicado de o fazer.


Ingredientes

300 gramas de arroz Carolino ( ou outro semelhante )

1 kg de preparado de marisco (variado)

500 gramas de camarão

4 bocas de sapateira

1 lavagante ou santola

4 colheres ( das de sopa ) de azeite

1 cebola média picada

50 gramas de margarina

2 dentes de alho picados

1 dente de alho inteiro

1 tomate grande, sem pele e sementes, picado

1 folha de louro

1 molhinho de coentros

1 copo de vinho branco

Piri-piri que baste

salsa

Sal


Preparação

Coza o Lavagante e as bocas em água temperada com sal, a folha de louro, o dente de alho inteiro e um raminho de salsa. Estando cozido retire tudo deixando só a água e coza o preparado de marisco ( não coza muito para não ficar moído ), coe o preparado reservando a água. Coza os camarões em água temperada de sal e piri-piri, descasque-os reservando alguns inteiros, reserve a água. Com as cascas e cabeças do camarão na água de cozer o preparado de  marisco juntamente com a água de cozer os camarões faça um bom caldo, coe e reserve, retire 1 chávena de caldo a parte e ponha no frigorifico para refrescar.
Num tacho grande refogue os alhos, a cebola e o tomate no azeite e margarina, sem deixar queimar.
Junte o caldo, e o vinho deixe levantar fervura, acrescente o arroz   (4 medidas de caldo para 1 de arroz) deixe cozer por 12 minutos. Junte o preparado de marisco e os camarões descascados, retifique os temperos e deixe ao lume por mais 4 ou 5 minutos e apague o lume, acrescente os coentros picados e a chávena de caldo frio (juntar o caldo frio fará  com que o arroz fique malandro e cremoso) mexa. Decore com alguns camarões inteiros, o lavagante e as bocas.
Sirva de imediato.


Bom Apetite

1 comentário:

  1. Depois de alguns telefonemas, com respeito ao caldo,tera que cozer rm lume baixo pelo menos 1 hora para que fique bem apuradinho.

    ResponderEliminar