Traductor

sábado, 12 de abril de 2014

Folar de Carne

 
Folar é tradicionalmente o pão da Páscoa em Portugal

Em tempos muito remotos o Folar era o presente que os padrinhos e madrinhas davam aos seus afilhados na Páscoa para quebrar o período de jejum. Sendo assim podemos presumir que o folar simboliza um ninho (união) e os ovos (fertilidade) uma nova geração. Deseja-se felicidade quando se lhe oferece um folar a alguém.
Também sé denominava Folar a recolha que os padres faziam nas casas dos seus paroquianos durante a visita pascal no Domingo de Páscoa, costumes e tradições que sé vai perdendo ao longo dos anos.
O Folar assumia-se assim como um elogio à fartura. Sem esquecer, naturalmente, que se tratava de uma espécie de pão, elemento básico e estruturante da alimentação. Hoje em dia nos termos culinários o folar é, de uma forma genérica, uma massa de trigo sempre levedada com fermento padeiro e ovos e a sua confecção varia conforme as regiões de Portugal e vai desde o salgado ao doce. Nalgumas receitas é encimado por um ovos cozidos com casca que é o caso do Folar nas Gafanhas (região litoral centro).
Mais particularmente na região norte ( Trás-os-Montes, Chaves e Valpaços) o folar é confeccionado, sendo recheado com carnes de porco e de vitela, presunto, salpicão, linguiça, lombinhos de coelho, de cabrito ou de frango, entre outros ingredientes possíveis. Na sua confecção, são ainda usados ovos, banha e azeite.
como já publiquei o folar (Aqui) com ovos encima, hoje vou publicar uma versão mais simplificada do folar a moda de Chaves utilizando só carnes fumadas.

Ingredientes
500 gramas de farinha de trigo
20 gramas de fermento de padeiro
50 gramas de manteiga
½ chávena (das de chá) de leite morno                          
1 colher (das de sopa) de açúcar
1 colher (das de sopa) de azeite
1 colher (das de sobremesa) de aguardente
1 pitada de sal
carnes: linguiça, bacon, presunto, salpicão...
6 ovos mais 
1 gema para pincelar


Preparação
Numa vasilha pequena dissolver o fermento no leite morno com o açúcar e deixar repousar 30 minutos. Numa vasilha maior colocar a farinha e abrir uma cavidade na farinha e colocar o fermento dissolvido, com o azeite e a manteiga ligeiramente aquecida. Comece a amassar com as mãos e vá colocando os ovos alternadamente (passar os ovos em água quente para que estejam mornos) adiciona-lhe o sal e a aguardente enquanto se amassa tudo.
A massa deve ficar bem homogênea e macia, deixar levedar bem tapada com um pano branco umas duas horas, até dobrar de volume.
Passado esse tempo abrir a massa e colocar as carnes fumadas em pedaços e fechar a massa em forma de bola e colocar num tabuleiro enfarinhado, deixar repousar mais 30 minutos. Pincela-se com a gema de ovo batida e vai ao forno pré-aquecido 180ºc a 200ºc a cozer entre 30 a 40 minutos.

Bom Apetite

3 comentários:

  1. Gosto tanto! Faz lembrar Páscoa, mas por mim pode comer-se durante todo o ano.
    Bjinhos e um bom domingo!

    ResponderEliminar
  2. Eu adoro folar. Este ano fizemos 2 lá por casa, mas francamente gostei mto mais do que levou carne tb :)
    Está com um super aspecto o teu, parabéns!!!

    ResponderEliminar